Toshi wa Yume
Bem-Vindo ao fórum da Toshi Wa Yume(Cidade dos Sonhos), cadastre-se e junte-se a nós Very Happy

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

[Naruto] A Bibliotecária - Cap05

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 [Naruto] A Bibliotecária - Cap05 em Seg Jul 25, 2011 6:16 pm

Shiroyuki

avatar
Morador Ancião

Capítulo 5 - Boas Vindas



Há! Então está decidido, Dattebayo! Eu vou te ajudar a fazer amigas, ou não me chamo Naruto ‘ttebayo!

Hinata sorriu minimamente, ao perceber que a incidência de ‘dattebayos’ ficava maior quando ele estava entusiasmado como agora. Ela se espantou também, quando notou que gostava de ficar prestando atenção em cada pequeno traço como este, descobrindo aos poucos, assim como ela fazia com os livros. Uma página de cada vez.

Eles estavam na biblioteca, na mesa mais ao fundo, reservada aos bibliotecários, geralmente para reuniões. Era mais afastada, e Hinata escolheu esse local justamente para que Naruto não incomodasse aos leitores com seus eventuais gritos, ou como nesse exato momento, em que ele estava de pé na cadeira, apoiando uma das pernas na mesa, com os braços abertos tentando explicar algo com gestos.

Ele não conseguia se conter em apenas falar, precisava se expressar com o corpo inteiro!
Naruto desceu da cadeira, e sentou-se ao lado de Hinata, quase como uma pessoa normal. Observou ela folhear um livro com atenção, mas logo se perdeu e acabou se sentindo confuso.

— Ei, Hinata-chan! – ele recomeçou, com a voz alta que fez Hinata se sobressaltar – porque que você passa o tempo todo com essas coisas, hein? – ele tirou o livro bruscamente da mão da morena, deixando-a desconsolada – vamos fazer alguma coisa interessante!

— Naruto-san, nós estamos na escola. E o que tem de errado com os meus livros? – ela disse levemente ofendida, tirando o livro das mãos cheias de dedos do loiro.

— Eles são chatos! – Naruto anunciou, pondo a língua para fora.

— Como pode saber se nunca leu um livro de verdade? – ela disse, concentrada nas páginas do livro. Era admirável a sua habilidade de ler e discutir ao mesmo tempo.

— Eu... – Naruto hesitou por alguns instantes. Era fato que ele nunca havia lido um livro, nem mesmo nas aulas de Literatura. Pra que ler aquele negócio enorme coberto de poeira e recheado de palavras indecifráveis e coisas sem-sentido se era bem mais fácil pegar um resumo na internet?

— Vamos, tente... – Hinata estendeu um exemplar para Naruto. Ele fitou o objeto com nojo por alguns segundos, mas depois de notar a face ansiosa e suplicante da garota a sua frente percebeu que jamais recusaria algo que ela lhe pedisse.

— OK, eu posso... tentar... – ele pegou o livro com cuidado, entre o dedo indicador e o polegar, como se estivesse segurando uma bomba ou uma arma letal. Fitou o pesado livro, até que um lampejo invadiu sua mente. – Hinata-chaaaaaan! Eu tive uma ideia ‘ttebayo!

Naruto levantou da mesa com tanta vontade que derrubou alguns livros e a xícara de chá que Hinata bebericava, mas nem ligou e continuou a falar:

— Olha só! Presta bastante atenção. Vamos fazer assim! Eu leio o livro todinho, mas você vai ter que fazer uma coisa em troca.

— E o que seria? – Hinata havia ignorado perfeitamente a bagunça, e continuava absorta na história.

— Amigos! Você não prometeu que ia tentar? Então! Você vai entrar num clube, Hinata-chan, Dattebayo!

— N-num clube? – Hinata finalmente levantou os olhos do livro, encarando Naruto incrédula.




-




— AAAAAH! VAAAMOS LÁ! Vai ser divertido!

— Mas eu não tenho certeza de que consigo...

— Eu vou estar lá com você, OK? – O loiro sorriu, transmitindo confiança. Hinata estremeceu ao fitar aquele sorriso, e acabou cedendo.

Olhou insegura para o loiro sorridente ao seu lado enquanto segurava com força o papel que estava em suas mãos. Aquele era um formulário de inscrição.

Hinata havia sido convencida por Naruto a se alistar em algum dos clubes da escola. Os de esportes foram imediatamente vetados, e depois de muito discutir o assunto, sobraram como opções os clubes de Música, de Desenho e de Leitura. Naruto acabou decidindo no final, optando pelo clube de Música, que era o único que tinha apenas membros femininos.

Hinata observou a porta a sua frente, com ar decidido, e, respirando fundo, abriu a porta. Olhou para a sala levemente atônita com a cena, com o rosto em chamas e vontade de se esconder embaixo da mesa da biblioteca e não sair de lá nunca mais.

Hinata estava esperando algo como pôster de bandas pela parede, guitarras e baterias ensurdecedoras e garotas com maquiagem pesada e cabelos coloridos gritando e fazendo barulho, mas tudo o que viu foram quatro garotas que a fitavam com curiosidade, cada uma a sua maneira, todas em volta da mesa que estava posta para o chá. Não se parecia com um clube de música, era mais com o clube de culinária, ou o clube do chá da tarde.

— Aaaaah! Você é a nova membro que a Sawa-chan disse que ia entrar! - Uma delas falou, levantando-se de súbito, com a cara coberta de bolo. Tinha os olhos e os cabelos castanhos, curtos, com uma presilha amarela segurando parte da franja.

— Eu vou preparar mais chá! – a loira alta, de feições gentis, disse, levantando-se também.

— Ora ora, se não é o Uzumaki! O que você tá fazendo com ela, heein? – a garota de cabelos desalinhados, com uma faixa amarela na cabeça, falou, referindo-se rudemente a Naruto, como uma velha amiga.

— Seja bem-vinda – a morena anunciou, sorrindo amigavelmente – Desculpe os maus modos das minhas colegas – acrescentou, ignorando o protesto da garota de faixa amarela – essas são Hirasawa Yui, Tainaka Ritsu e Kotobuki Tsumugi – ela apontou para cada uma – e eu sou Akiyama Mio.

— M-muito p-p-prazer – Hinata curvou-se respeitosamente, escondendo atrás da franja o rosto avermelhado – Eu s-sou Hyuuga Hinata. Yoroshiku onegai shimasu.

— Waaa! Você é muito kawaii!!! – a garota que se chamava Yui se aproximou, abraçando Hinata com
força, quase fazendo com que ela desmaiasse de tanta vergonha.

— Venha até aqui, vamos tomar chá – Tsumugi indicou a mesa com a mão, num gesto amplo. Hinata sorriu fracamente, encaminhando-se com as outras para a convidativa hora do chá.

— Eu acho que já vou indo, Hinata-chan – Naruto, anunciou, saindo pela porta – ah, eu sei que você vai ficar bem! – acrescentou, quando Hinata fez menção de se levantar.

Hinata encolheu-se na cadeira, com a cara chorosa. Não sabia como agir na frente de tantas pessoas, todas olhando para ela.

— Que instrumento você toca? – Ritsu perguntou, verdadeiramente interessada, apoiando os cotovelos na mesa.

— E-eu sei tocar v-violino... – ela respondeu, com a voz quase inaudível, quase desaparecendo na cadeira. Levantou-se um pouco para pegar o chá que Mugi a oferecia, e logo voltou a olhar para baixo.

— Aaah, que lindo! – Yui disse, sonhadora.

— Violino... – Mio pareceu pensar por um instante – esse tipo de instrumento não de adapta bem ao nosso estilo de música... por que você não entrou no clube de Música Clássica?

— N-naruto-san disse que não era uma boa idéia. Tem muitos garotos...

— Aaaah, entendi! – Ritsu gritou, animada. Tsumugi deu algumas risadinhas, escondendo o rosto vermelho com as mãos. Mio corou, olhando para os lados para disfarçar. Hinata apenas olhou confusa, de uma para a outra, sem entender.

— Você sabe compor? – Mio continuou, desviando a linha de pensamentos das outras garotas.

— S-sim. Eu frequentei uma escola de música durante algum tempo, e eu gosto muito de escrever também.

— Então está resolvido! - Ritsu se levantou, anunciando de modo superior – você vai ser nossa compositora! E agente! E violinista nas horas vagas!

Hinata sorriu, levantando a cabeça pela primeira vez de verdade. Ficou feliz em ser aceita assim, tão facilmente.

— Nyaaa! Hina-chan tem olhos bonitos! Eles brilham!!! – Yui disse admirada, quase pulando em cima da mesa para ver mais de perto. Hinata surpreendeu-se, arregalando os olhos ainda mais, com seu rosto atingindo tons variados de vermelho.

Todas riram da reação assustada de Hinata. Ela também riu. Não estava acostumada com esse tipo de atenção, mas se sentiu bem. Era um sentimento novo, confortável e aconchegante, que a mantinha aquecida. O que era?

— Ya-hooo! – a porta abriu com um estrondo, revelnado a figura da professora conselheira, Yamanaka Sawako, que trazia uma grande sacola num dos braços – eu vim para a festinha de boas-vindaas! Como vai Hyuuga-chaaaaan???

Hinata se assustou. Aquela era mesmo a sua professora? A compreensiva e gentil Yamanaka-sensei?

— É assim que ela é de verdade! – ouviu Yui sussurrar no seu ouvido, alarmada.

— Venha até aqui, querida! – ela pediu, docemente, de braços abertos. Hinata tremeu – EU DISSE PRA VIR AQUI!

A Hyuuga levantou rapidamente, vindo postar-se na frente da professora em menos de meio segundo.

— Ah! Faz tanto tempo que eu quero fazer algumas roupinhas pra você, Hyuuga-chan! Agora eu finalmente tenho a chancee ~ Estou tãao feliz! – ela tirou dezenas de peças de roupas da sacola, com um sorriso que pretendia ser maternal, mas que fez Hinata sentir um frio na espinha – Prepare-se!

— E-e-eu posso... vestir sozinha...

— E que graça teria?

— Anh...? Ah! Kyaaaaaaaaaaaaaaa!!!





-





Hinata sorriu ao ver o loiro de expressão apreensiva parado no corredor principal, escorado na parede apoiado em uma das pernas. As feições dele se desanuviaram ao perceber a pequena presença que se aproximava, transformando-se em um belo e brilhante sorriso.

— Como foi? – ele perguntou preocupado.

Hinata apenas sorriu em resposta. Um sorriso pequeno e singelo, mas que significava muito, e que fez o coração agitado do loiro dar saltos dentro do peito.



Ver perfil do usuário http://skip-turn-step.tumblr.com/

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum