Toshi wa Yume
Bem-Vindo ao fórum da Toshi Wa Yume(Cidade dos Sonhos), cadastre-se e junte-se a nós Very Happy

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

[Naruto] A bibliotecária - Cap07

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 [Naruto] A bibliotecária - Cap07 em Seg Jul 25, 2011 6:27 pm

Shiroyuki

avatar
Morador Ancião


Capítulo 7 - Festa

A música alta e as luzes ofuscantes deixavam Hinata tonta. Todas aquelas pessoas, o som ensurdecedor, o movimentos confusos, ela não estava acostumada com nada disso, e sentia falta do silêncio e da paz da sua amada biblioteca, e do conforto dos seus livros. Mas ela não podia decepcionar suas amigas e não comparecer ao show. E também, havia dado muito trabalho para Sawa-chan-sensei escolher alguma roupa de que ela gostasse, arrumar seu cabelo e a maquiagem.

E, acima de tudo, ter Naruto ao seu lado nesse momento deixava tudo muito mais suportável. Não, mais que isso, era agradável, e confortador. E, claro, ver a cara de surpresa dele ao vê-la arrumada, de salto alto e com aquele vestido preto compensava qualquer coisa. Hinata não entendia nem um pouco o porquê dele ter ficado tão nervoso, vermelho e gaguejando (normalmente era ela quem ficava assim), mas, se sentiu extremamente satisfeita, e tinha certeza, intimamente, que foi ela quem causara isso.

Sentada no banco alto do bar, Hinata observava todos aqueles adolescentes, cheios de hormônios e levemente regados de bebidas (por que, mesmo que fossem menores de idade, Jiraya não conseguiu privá-los por muito tempo daquilo que chamou de “diversão juvenil”). Ela os observava simplesmente porque estava acostumada a isso, a sentar e olhar, como se faz com uma TV. Não era o mesmo de antes, parecia um pouco estranho apenas ver tudo de fora, sem participar da história. Desde quando a bibliotecária pensava assim? Ela realmente não sabia, mas algo dentro dela havia despertado, e não queria voltar a adormecer tão logo.

— Você quer alguma coisa, Hinata? – Naruto disse, mas, por causa do volume alto das caixas de som, Hinata não o ouviu – Ei, Hinata! – ele tentou novamente, e, não obtendo resultados, se aproximou – Você está bem? – sussurrou, no ouvido dela.

— Ah! – ela sobressaltou-se, dando um pequeno pulinho em cima do banco. Naruto riu. Ele gostava quando ela reagia assim, como um coelhinho assustado. Na verdade, gostava em tudo nela. Havia como não gostar?

— Quer dançar? – ele disse novamente no seu ouvido, tocando-o de leve com os lábios. Hinata sentiu um estranho arrepio na base das costas, e seu rosto entrou em combustão involuntária.

— Q-q-quero... – disse, estendendo o braço fino na direção da mão que Naruto lhe estendia.

— ATENÇÃO! – Uma voz animada anunciou no palco, prendendo a atenção de todos – E então, estão preparados para a MÚSICA?! – a garota, de cabelos castanho-claro, presos atrás da cabeça num coque mal feito, gritava, mexendo os braços energeticamente.

— Aquela é a Miyoshi, namorada do Takagi – Naruto explicou para Hinata, com as feições irritadas – é a cara dela atrapalhar bem nessa hora... – acrescentou para si mesmo, bufando. Logo hoje, que ele havia planejado tudo tão perfeitamente (coisa que nunca havia feito antes, já que costumava agir apenas por impulso).

— E agora, com vocês... – Miyoshi berrou, depois de alguns minutos tagarelando – Houkago Tea Time!!!

Os jovens urraram de aprovação, agitando os braços. Hinata levantou-se do banco em que estava sentada, e junto com Naruto, misturou-se a multidão logo a frente. A luz tênue incidiu sobre o palco, mostrando as colegas de clube de Hinata, todas vestindo as fantasias feitas por Sawa-chan-sensei, em estilo gothic Lolita. Elas pareciam um pouco nervosas, mas sorriram amplamente ao ver Hinata na platéia, que retribuiu timidamente o sorriso.

— Bem, nós somos as HTT! – Yui disse, sorridente, no seu microfone – mas você já sabem, porque a Kaya-chan disse antes... aliás, vocês sabiam que a Kaya-chan tem um namorado? Ela...

— Foco, Yui – Mio sussurrou na direção da garota, que não iria parar de falar tão cedo se não houvesse uma intervenção.

— Oh, certo! Eu só vou nos apresentar! – ela se explicou rapidamente para Mio, ainda falando no microfone, e voltou a atenção para o público novamente – Eu sou Hirasawa Yui, e toco guitarra. Essa é Akiyama Mio, no baixo. Na bateria, Tainaka Ritsu e no teclado Kotobuki Tsumugi! Aaah, é melhor nós cantarmos logo! Bem, vamos começar com uma música composta pela nossa amiga Hyuuga Hinata... acho que ela deve estar aí no meio, mas é tão pequena que eu não vejo... mas ela deve estar junto com o Naruto-san, porque eles dois não se desgrudam, e eu acho que eles vão até casar, e...

— Agora já chega, Yui! – Mio interrompeu-a.

Hinata estava cor escarlate, mas devido ao escuro, ninguém percebeu. Ela queria se esconder num buraco, mesmo sabendo que nenhuma pessoa ali sabia quem ela era. Naruto riu baixinho da confusão de Hinata, e antes que ela saísse correndo dali, segurou sua mão, num gesto automático. Hinata sentiu seu coração flutuante falhando algumas batidas, e mesmo estando constrangida com a situação, apertou a mão do garoto com força.
Mio aproximou-se do microfone, com o baixo a postos. Lenta e calma, a melodia começou.

Mune no oku chiisana onna no ko ga iru no
Dentro do meu coração há uma pequena garota

Fuwafuwa ya kirakira pyua na mono bakari hoshii no
Que não quer nada mais que macias, brilhantes, coisas puras

Sonna kanojo ni douzo yasashiku koe kakete agete
Por favor, fale gentilmente com essa garota

Me ni mienakute mo
Mesmo que você não possa vê-la

Sore ga hontou no watashi da kara... it's me, call me
Esse é o meu verdadeiro eu... isto sou eu, me chame




Koware yasui haato
Quando um coração frágil

Furiru de kazaru tabi kyun de naichau
É decorado com enfeites, ele palpita e chora

Tatoeba shokora yori amai amai koi ni itsuka deau hi o
Por exemplo, algum dia encontrando um amor que é doce, mais doce do que chocolate


Yume miteru
Ela sonha com ele




Mayoi michi tomadou onna no ko ga iru no
Uma garota perplexa perdida na estrada

Dokidoki mo namida mo hidarite de tsuzuru dake na no
Com o coração batendo, compõe com a mão esquerda




Sonna kanojo o
Por favor, alguém

Dareka takumashiku hippatte agete
Puxe fortemente essa garota

Yo ga fuketa nara
Quando for tarde da noite

Kowakute ugokenaku naru kara... it's me, guide me
Porque ela se encontra incapaz de se mover com medo... isto sou eu, me guie




Hikkomigachi na sofuto
Se você vestir a garota com sedas macias

Shifon matoeba sukoshi tsuyoku kawareru?
Ela irá ser capaz de fugir, ela vai se tornar um pouco mais forte?

Ureta ichigo no you ni
Um eu que não basta pendurar sua cabeça

Akaku akaku hohosome utsumuku dake ja nai jibun
Com as bochechas vermelhas, vermelhas, como morangos maduros

Misetai no
Ela quer se mostrar





It's me, call me
Isto sou eu, me chame

Koware yasui haato
Quando um coração frágil

Furiru de kazaru tabi kyun de naichau
É decorado com enfeites, ela palpita e chora

Tatoeba shokora yori amai amai koi ni itsuka deau hi o
Por exemplo, algum dia encontrando um amor que é doce, mais doce do que chocolate

Yume miteru
Ela sonha com ele




Ki ga tsuite koe kakete izanatte
Observe-a, chame-a, convide-a junto

Koko ni iru yo chiisana onna no ko ga
Ela está aqui, essa pequena garota






Tranquilamente, o sons do teclado e do baixo ecoaram na última nota. Logo, o som de aclamação e aprovação se sobrepôs a tudo.

No meio da massa de gente que se agitava e pedia por mais, Hinata olhou para Naruto, esperando silenciosamente por uma opinião.

— Wooow, foi você mesmo quem escreveu tudo isso Hina-chan? – ele disse, impressionado, ao mesmo tempo em que outra música, dessa vez mais rápida e agitada, começava.

— Foi sim... – ela disse, com a voz se esforçando para sobrepor-se a todos os outros sons – você gostou? – indagou, ansiosa.

— Claro! – Naruto gritou, sorrindo entusiasmado – estava perfeito, a sua cara! – ele acrescentou, acariciando o topo da cabeça da garota.

— Mesmo? – ela disse, com as bochechas corando. Naruto balançou a cabeça afirmadamente, ainda sorrindo – A-aqui está bem cheio... – Hinata sussurrou para si mesma, ao sentir alguém esbarrando nela pela enésima vez. Apesar de ter evoluído bastante, e estar se comunicando mais, ter tantas pessoas a sua volta ainda a faziam sentir-se desconfortável, mesmo com a sensação de segurança que Naruto sempre trazia consigo.

— Quer sair? – ele perguntou, preocupado. Ela acenou fracamente, e o garoto, enlaçando-a pela cintura sem cerimônia, conduziu-a para fora. Sim, agora tudo poderia sair como planejado.
Subiram por algumas escadas na lateral, até o telhado. Era um lugar bastante bagunçado, com caixas, decorações velhas, aparelhos de som antigos e todo tipo de entulho. Mas a vista, para toda a cidade iluminada, compensava.

Hinata caminhou a passos ligeiros até o beiral do telhado, admirada com a visão privilegiada. As luzes dos prédios, dos carros, das ruas, á longe, pareciam pequenos vagalumes, como aqueles que ela sempre via quando ia visitar a avó no interior.

— É lindo...! – deixou escapar uma exclamação, que se assemelhava a um pequeno suspiro.

— É mesmo... – ele disse, distraído, enquanto acariciava os cabelos negros da Hyuuga lentamente - eu sempre gostei de brincar aqui em cima quando era pequeno, mas nunca dei muita atenção a essa vista, nunca havia prestado atenção de verdade.

Hinata voltou o olhar para Naruto, com um grande sorriso brincando nos lábios. Seus olhos brilhavam nas cores da noite e ela parecia tão feliz quanto uma criancinha no Natal Naruto nunca havia a vista dar um sorriso tão lindo, ou fitá-lo diretamente dessa forma. Seu coração agitou-se inquieto no peito, batendo tão alto que ele quase temeu que ela pudesse ouvir. Era agora! Ele tinha que dizer tudo nesse instante, antes que perdesse toda a coragem que havia acumulado nas últimas semanas.

— Hina-chan! - ele disse, alto e rápido – t-tem algo que eu queria muito falar com você...

— Pode dizer – ela disse, estranhando o comportamento diferente do amigo.

— E-eu... desde que a gente se conheceu... eu tenho... bem... sabe, eu queria... é... Hinata! – ele levantou os olhos, decidido a falar de uma só vez. Hinata perdeu a respiração por alguns segundos, deixando-se levar pelos olhos azuis, que brilhavam de determinação. Ela sentia-se nervosa, com expectativa vazando pelos poros, sem nem ao menos saber o motivo. Naruto respirou fundo, pela última vez, e começou a falar, atropelando as palavras– Eu te amo! Hyuuga Hinata, eu te amo, e quero estar para sempre com você! E antes que confunda, eu quero que você saiba que não é um amor apenas de amigo! Eu quero que você seja minha namorada, entendeu?

Hinata continuou parada, perplexa. Seu coração havia acelerado, e batia tão alto que ela não conseguia escutar seus pensamentos. Tudo havia ficado escuro, ou claro, ela já não sabia mais onde estava. Sua cabeça girava, em tons de azul-céu e dourado brilhante. Naruto não sabia o que esperar, e a falta de reação por parte de Hinata o fez pensar que havia sido rejeitado. Estava dando as costas, para voltar para baixo, quando sentiu duas pequenas e geladas mãos segurado seu braço, com força quase nula.

Hinata olhava para ele, suplicante, com os olhos cor-da-lua tremeluzindo pelas lágrimas que se juntavam nas bordas, borrando levemente a maquiagem. Seu rosto, irremediavelmente vermelho, demonstrava todos os sentimentos ao mesmo tempo. Ela tremia, sem saber o que dizer. O que os personagens dos livros diziam nessa hora? Sua mente estava completamente em branco, e ela constatou que nem todos os livros do mundo podiam dar a experiência necessária para lidar com situações reais.

— Eu... eu também quero, estar com o Naruto-kun para sempre – ela murmurou, deixando as lágrimas caírem em pequenos filetes no rosto rosado. Desceu as duas mãos, segurando a mão quente e gentil do garoto entre as suas – M-meu coração está rápido e eu não consigo raciocinar. Fico tão nervosa que não sei o que dizer... eu acho... não... Eu sei que t-também amo muito você! P-por favor... não vá embora! – ela pediu, com a voz fraca mal saindo da garganta.
Naruto sorriu, abraçando Hinata com força. Não iria deixá-la escapar tão facilmente. Hinata retribuiu o abraço, segurando a camisa do garoto entre os dedos, aspirando seu cheiro. Aquilo era tudo de que ela precisava.

O loiro segurou o rosto de Hinata delicadamente, secando as lágrimas que teimavam em sair.
Aproximava-se lentamente, tentando não assustá-la. Ela apenas fechou os olhos, sentindo a sensação cálida e confortável de ter Naruto assim tão perto. Isso a deixava extremamente nervosa, tanto que ela queria poder sumir, mas ao mesmo tempo, era como se alguma força a mantivesse presa naquele lugar. A respiração descompassada dele batia no seu rosto, deixando-o em brasas. Arrepios que nada tinham a ver com o clima noturno assolavam todo o corpo da pequena garota, que tentava manter-se impassível, mesmo sem saber o que esperar. Naruto acariciou com os lábios as bochechas de Hinata, sentindo ela tremer nos seus braços. Sorriu, e, apertando ainda mais o círculo dos seus braços, fechou os olhos e sem pressa alguma, atraiu o rosto dela na direção do seu.

— Com licença... Ah! Eu não queria atrapalhar... é só que... bem tem um telefonema para a Srta. Hyuuga Hinata, e parece ser urgente – uma das funcionárias da boate disse, estendendo um telefone sem fio na direção da garota. Hinata aproximou-se, desejando poder ser invisível, e atendeu ao telefone.

— A-alô? Sim, sou eu... Ah... o que? – ela disse, alarmada, lançando um olhar cheio de pânico na direção de Naruto – T-tudo bem... – Novas lágrimas, dolorosas e cheias, voltaram a derramar-se no rosto, agora pálido e sem vida, da garota. A mudança tão repentina fez Naruto assustar-se.

—Hinata! O que houve? – Naruto lançou-se na direção de Hinata, que havia perdido as forças e estava prestes a cair. Amparou-a, ao mesmo tempo em que ela deixava o telefone rolar da sua mão e cair com um pequeno estrondo no chão.

— O m-meu... meu p-pai...

















A música que eu usei é Hello, Little Girl, de K-ON, achei que combinava com a Hinata te~hee~

Ver perfil do usuário http://skip-turn-step.tumblr.com/

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum